sábado, 7 de agosto de 2010

Confuso

- Oi amor, me paga uma bebida?
- Já? Acabo de chegar, agora não. - Além de que, paguei 35 reais por uma ice na outra casa.
- ... Vem sempre aqui?
- Primeira vez.
(silêncio).
- Você é tímido? Tão calado...
- É que foi você quem veio sentar aqui do meu lado, eu não tenho nada a dizer agora.
- Prazer, Monique.
- Rafael.
- Logo Rafael?
- ?
- Nome de um grande amor...
- O maior?
- O último. Aconteceu uma coisa horrível, não gosto nem de lembrar.
- Faz muito tempo?
- Dois dias.
(surpreso)
- ...conta mais...
- Não posso. Vai acabar com a minha noite. Só lembrar, só pensar já fico mal.
- O que aconteceu?
- Acredite, amor. Tem coisa que é melhor não saber.
- ...
- Vou levantar e ficar um pouco ali no bar. Daqui a pouco a gente se fala.
- E essa cicatriz no seu rosto?
(ela levanta, sai da pista).



Imunda
Travessa
Jogada
entre seus caprichos

O que fazes de mim, bandido?
Entregue
Perdida
Nua, fada dos seus sonhos. sa-fada por qualquer real

Meu maior ladrão
me batendo a todo instante
O meu coração.

Matheus Marins 07/8

3 comentários:

  1. ...eita coração danado esse sô...bjks doce no ♥.

    ResponderExcluir
  2. Nua, fada dos seus sonhos. sa-fada por qualquer real, muito muito bom *-*
    Uma bela e realista poesiia
    beeijo

    ResponderExcluir
  3. Linda.Gostei *-* Belas palavras..

    ResponderExcluir